Vanguarda

A equipe Officer ProGP, uma sociedade entre Fábio Gaia e Duda Pamplona, sempre esteve na vanguarda da Stock Car, com novidades tecnológicas de primeira linha. No ano passado, eles incorporaram um aparelho único de meteorologia, que dava as informações em tempo real no pitwall. Hoje, eles introduzirão um esquema de pit stop diferente, que já é utilizado na Nascar.

Ao invés de a pistola para a troca de pneus estar ligada por mangueiras ao cilindro de ar, o time comprou um aparato que seria como um cilindro de mergulhador, na casa de R$3 mil, que permite trocar cinco vezes os quatro pneus do carro. O mecânico responsável por fixar e tirar o cubo rápido tem mais mobilidade, com o cilindro nas costas. Uma simulação foi feita neste sábado, e o vídeo está abaixo. Se funcionará, só o tempo sabe.

VÍDEO: O novo pit stop da Stock Car

Uma das novidades deste ano nas corridas é a realização do pit stop com cinco membros. Um fica com o “pirulito”, aquela placa que indica ao piloto o local e se ele está liberado para voltar à pista; outro com o combustível e três mudando os pneus (um segurando a pistola e dois efetuando a troca).

Nesta sexta, escolhemos a equipe CompraFacil/A.Mattheis, de Alceu Feldmann, que realizou uma simulação no segundo treino. Pena que o carro do Duda Pamplona cortou a nossa frente na filmagem, mas dá para ter uma ideia de como será feito o procedimento. É bem clean, gostei.